google.com, pub-9406155428626038, DIRECT, f08c47fec0942fa0
top of page

Meia década para os trinta...

Sempre imaginei que a essa altura da vida eu teria minha própria fonte de renda e teria comprado uma casa para os meu pais enfim descansarem da longa e árdua jornada que foi dar de tudo por mim. Hoje com meia década para completar os temidos trinta anos eu até sei o que quero para minha vida, mas não sei exatamente por onde começar o que sei é que meus saltos de fé rumo aos meus objetivos precisam ser maiores. Mas e o medo? Esse tal aí é o que tornou essa geração quase trinta cheia de iniciativa e sem coragem para terminar o que começou, pelo medo. Medo do julgamento, de sermos vistos como malucos, de dar tudo errado e a sociedade jogar na nossa cara que eles é que estavam certos. A verdade, nós estamos como os pré-adolescentes que não sabem se ainda são crianças ou se já são adolescentes. Nossa geração está confusa porque nossa fase de adolescência fomos julgados e chamados de preguiçosos por querermos ser escritor e hoje temos a liberdade para vivermos o que queremos. Ou pelo menos deveríamos. Mas, não sabemos como sair dessa lama do passado e nos libertar daquelas vozes que ecoam quando temos uma sonho muito fora da "realidade", nós precisamos matar esse passado, pois só então vamos conseguir abrir caminho para viver o presente e criar o futuro criativo que tanto sonhamos. Continue sonhando, continue acreditando, você não é maluco porque ainda tem dúvidas e questionamentos que ainda são da sua fase de ensino médio. Não sinta vergonha de perguntar, ninguém sabe e ninguém saberá de tudo. Tudo se ajeita, eu acredito de verdade nisso. Seja com 25 ou 30 ter dúvidas sobre a própria jornada é sempre um sinal de que você quer encontrar uma razão.


OBS.: Um pequeno detalhe, escrevi esse texto com 25 anos e hoje tenho 26, prestes a fazer 27 ;)


Beijim 💋...

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating

Newsletter

Monthly content

Thanks for subscribing!

Category

Tags

News

Files

bottom of page