google.com, pub-9406155428626038, DIRECT, f08c47fec0942fa0
top of page

Uma saudade que abraça

Saudades,


De um viver leve,

Uma caminhada ao pôr do sol

De sinceridade nas palavras,

De um abraço demorado,

Amigos de verdade nos contatos,

De sorriso espontâneo no meio do dia.


Quanta saudade,


De jogar conversa fora,

Ter tempo pra apreciar um café,

Sentir reciprocidade no consolo.


Muita, saudade


De viver tranquila o ócio de verdade,

Sentar na beira da fogueira e contar histórias,

De momentos genuínos e especiais,

De ter tempo pra fazer bolo de cenoura com chocolate no final de tarde.


Nossa, como tenho saudades,


De encontrar desenhos nas nuvens,

Comprar doce de abóbora na vendinha da esquina,

O cheiro de café da vovó,

Os primos correndo descalço pela casa.


Poxa, como a saudade às vezes é tão gostosa.


Tenho tanta saudade, disso e de todo o bonito que tem desaparecido dos dias ordinários...


Beijim 💋

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating

Newsletter

Monthly content

Thanks for subscribing!

Category

Tags

News

Files

bottom of page